Hoje, para a série de poèmes, o poema “La Neige” de Pernette Chaponnière foi o escolhido. Je te demande: Es-tu prêts?

 

Poemas, em nosso dia a dia severo e pesado, são a forma mais simples e leve de fugir da realidade. Escrevemos porque nos importamos o suficiente para criarmos versos, rimas, prosas e musicalidade. Choramos, damos risada e sentimos sensações indescritíveis ao lermos algo que realmente nos toca o coração. Se você, assim como eu, gosta de ler poemas numa tarde chuvosa enquanto toma um café quentinho, saiba que esse projeto foi feito especialmente para você.

 

Essa nova série de poemas é nada mais, nada menos do que um poema francês lido por mim, Elisa, e explicado cada verso, 100% em francês, mas de forma simples. Os poemas poderão ser longos ou curtos, felizes ou tristes, conhecidos ou desconhecidos, contudo, independente de como sejam, todos serão franceses e/ou francófonos.

 

E você que me acompanha pelo Podcast (Fale francês avec Elisa) ou pelo blog, poderá acompanhar esse projeto que carinhosamente criei para que a cultura francesa e francófona seja ainda mais divulgada. Assim como a leitura do Le Petit Prince será disponibilizada pelo podcast e a leitura pelo blog, o mesmo acontecerá com os poemas que selecionarei para ler.

 

Es-tu prêts?

 

A minha intenção é que você, além de treinar sua audição e leitura de maneira prazerosa, possa conhecer mais sobre a literatura francesa e francófona, afinal, com mais de 50 países falando a língua francesa como primeira língua, é inimaginável que alguém possa conhecer todo o vasto conteúdo que o francês tem para nos proporcionar.

 

Assim dito, hoje, o primeiro poema desse querido projeto será o “La Neige” de Pernette Chaponnière.

 

Pernette Chaponnière

 

Pernette Chaponnière é uma bibliotecária e escritora suíça, nascida em Genebra em 1915. Ao ser responsável pela seção de literatura infantil do Bureau international d’éducation à Genève, Pernette sentiu a vontade de se dedicar à escrita a partir de 1947. Conhecida por sua literatura para os jovens e crianças,  ela publicou vários romances, peças de teatros e livros para os mais jovens. A escritora morreu em 2008.

 

Antes de ler o poema que disponibilizarei, peço que escute o áudio que colocarei aqui. Escutem uma, duas, três vezes ser for possível antes de partirem para a leitura. Tentem compreender o que é dito e, após partirem para a leitura, tentem compreender o significado por trás das palavras de Pernette.

La neige

 

Regardez la neige qui danse

 

Derrière le carreau fermé.

 

Qui là-haut peut bien s’amuser

 

À déchirer le ciel immense

 

En petits morceaux de papier ?

Agora, me digam: o que acharam desse projeto? Gostaram do poema de Marceline? Existe algum poema em francês que você ama? Me conte aqui nos comentários! E não se esqueçam de seguir o Podcast do Avec Elisa: “Fale francês avec Elisa” no Spotify, Deezer, Ancro e entre outras plataformas! e a minha conta no Instagram!

 

Bisous,

Elisa.

Porte D’entrée

Passo1:

Não enviaremos SPAM. Ao clicar em CONTINUAR, você aceita os termos de uso.