Você já sonhou em pronunciar o R francês com perfeição em algum momento, ao se deparar com a língua francesa.

 

Já deve ter escutado a Edith Piaf cantando “Non, je ne regrette rien” e pensado em como seria maravilhoso reproduzir o som do R como ela faz. 

 

Provavelmente comentou com amigos e familiares sobre como deseja falar palavras como “prendre”, “France”, “bonjour”, “sortir” sem sentir uma cócegas ou dor na garganta.

 

E a verdade é que a menos que você deixe de lado todos os seus medos e aprenda como fazer a pronuncia correta, isso continuará um sonho distante.

Está tudo bem:

não precisa se cobrar

 

Está tudo bem, de verdade, não precisa se cobrar ou se preocupar demais com esse som. Na realidade, não é caso de vida ou morte caso você não consiga pronunciar bem o R em francês.

 

O fato é que ao ouvirmos qualquer R, a palavra ainda será compreensível. Porque o que faz a diferença em francês é o ritmo e as vogais.

 

Logo, mesmo se você achar que sua pronúncia do R é uma droga, mantenha a calma.

 

Porém, a boa pronúncia das vogais nasais e uma atenção especial ao ritmo das sílabas são bons pontos para melhorar, se você quiser.

 

Afinal, são esses pontos que te ajudarão a se tornar mais compreensível para os nativos da língua francesa. Mantenha sempre isso em mente.

A maior dificuldade no francês

 

Na maior parte das vezes as pessoas são realmente boas em lidar com a pronúncia francesa. Sejam  vogais, sons nasais e outros sons em francês.

 

Contudo, em boa parte das pessoas que decidem dar o primeiro passo para estudar francês, o som do R se torna o elo que faltava para a pronúncia francesa perfeita.

 

E é natural que essas pessoas procurem alguma resposta milagrosa e fiquem praticando sem parar — e consequentemente, acabando com a garganta delas sem saber.

O som do R no francês

 

Dito isso, você deve saber que o R francês tem sons diferentes de acordo com seu lugar na palavra.

 

Sim, é exatamente isso o que você leu. E faz muito sentindo quando você compreende que falar “Bonjour” é bem mais fácil que falar “Prendre”.

 

Esses detalhes estão relacionados, obviamente, ao sistema fonético e à nossa boca.

 

Os franceses normalmente não percebem, já que não é algo que se aprende na escola.

 

Contudo, pode haver 5 maneiras diferentes de pronunciar o R (lembrando que não existe o som enrolado do R em francês como existe em inglês, por exemplo).

 

O som [R] é articulado mais para trás na garganta (com a parte de trás da língua).

Pequenos exemplos de sons do R

 

Por exemplo, o som inicial que pode ser escutado na palavra rusé.

 

O som após a consoante, muito presente na palavra droit.

 

Entre as vogais, o som como na palavra arrêt (um som muito usual do dia a dia e o mais comum de se escutar)

 

Antes da consoante, como em partout

 

E ao final da palavra, como em bonjour ou mer.

Como pronunciar os sons do R

 

Como eu já disse antes, está tudo bem caso você não consiga pronunciar bem o R em francês. Existem outros detalhes como os aspectos culturais que são tão importantes quanto uma pronúncia perfeita.

 

E como também já disse, o som sai da sua garganta, enquanto a sua língua estará reta contra os dentes inferiores, deixando o ar passar.

 

Por isso, para que você compreenda um pouco mais a forma de reproduzir o R, separei 3 dicas para você — e você pode escolher a que melhor funciona!

Seja positivo: olhe para cima!

 

Ser positivo e olhar para cima é uma das coisas que te fará arrasar não apenas na pronúncia do R em francês, mas também em todo o estudo da língua.

 

Contudo, olhe, literalmente, para cima! Levante a cabeça para o teto e tente pronunciar algumas palavras em francês.

 

Essa é uma excelente forma de treinar o som do R ao fim das palavras.

 

Como, ao levantar a cabeça, mais ar entra dentro da boca, a pronúncia sai bem mais fácil.

 

Por exemplo, tente pronunciar Paris e Merci com os olhos grudados no teto — lembrando que o S ao fim de Paris não é pronunciado.

Segure o seu apetite: ainda não é hora de comer!

 

Uma das formas mais comum é colocar um lápis entre os dentese atenção! não é para enfiar o lápis verticalmente dentro da boca, mas colocar horizontalmente entre os dentes.

 

Após fazer isso, tente pronunciar apenas o som do R. Sem colocar vogal ou grudar com consoantes — por enquanto.

 

Perceba que o lápis obrigará você a utilizar a garganta, não a língua, a boca ou os dentes, para reproduzir o som.

 

A partir do momento em que o seu som começar a se parecer com algo que um francês reproduziria, comece a tentar falar palavras em francês que tenham R.

Repetir é a brincadeira: lembre-se disso!

 

A prática leva à perfeição e todos sabem disso.

 

Uma terceira maneira de aprender a pronunciar o som do R em francês é simplesmente começar a tentar fazer o som [/R/] isolado — sem lápis, boca aberta ou vogais e consoantes.

 

Apenas o bom e velho som do R com a garganta. Uma dica interessante é perceber como você pronuncia a palavra House em inglês.

 

E quem disse que não tem como estudar duas línguas ao mesmo tempo?

 

O som de House é um som mais leve, suave e feito com a garganta. Se você consegue pronunciá-lo, consegue dizer bonjour.

 

Agora, tente pronunciá-lo com mais força. Pronto, você terá um R entre vogais ou depois de consoantes.

 

Outra dica é tentar reproduzir o som de [/g/]. Curiosamente, o som de [/g/] também é feito na garganta — se você observar bem, às vezes pode sentir uma vibração bem pequena. Após reproduzir esse som, tente passar para o som de [/R/].

 

Por exemplo, tente falar Pagui e perceba como o som sai. Em seguida, comece a tentar falar Parispara em seguida ir alternando entre as duas palavras.

É normal sentir dificuldade, mas é inviável ficar parado

 

Sentir dificuldade é algo comum, afinal, somos todos humanos e às vezes duvidamos de nossas capacidades — mesmo sendo completamente capazes de fazer qualquer coisa.

 

Mas quando você consegue ultrapassar essa dificuldade, essa dúvida, o resultado certamente é promissor.

 

E mesmo que não seja um caso de vida e morte pronunciar o som do R direito, tenho certeza de que você quer pronunciá-lo corretamente.

 

Lembre-se que quanto melhor for a sua pronúncia, menos dificuldade você terá em aprender o idioma, compreender nativos e se comunicar com fluidez.

 

Dê o primeiro passo!

 

E assim como a prática leva à perfeição, separei um vídeo com truques incríveis para você aprender o som do R.

 

E pensando além, te convido a dar o primeiro passo na sua prática: tente repetir a frase que colocarei a seguir.

Le cher dragon est très créatif et curieux

E então, vai encarar esse primeiro passo?

 

Quero ver até onde você vai para alcançar o seu objetivo!

 

Deixe aqui nos comentários seu maior problema com o som do R e como está tentando resolver!

 

Se gostou desse artigo, comente e compartilhe com os amigos para que eu traga mais conteúdo assim.

 

Quer ir além no aprendizado?

 

Me siga no Instagram e YouTube para ficar por dentro de vários conteúdos incríveis sobre a língua, cultura e literatura francesa!

 

À la prochaine,

 

Elisa.

Porte D’entrée

Passo1:

Não enviaremos SPAM. Ao clicar em CONTINUAR, você aceita os termos de uso.