A França é um dos países onde o sistema de transporte é muito bem estruturado. A rede de metrô é composta de 16 linhas e 302 estações que formam 220 km sendo a de Paris uma das mais antigas do mundo. Apesar de muitas estações pecar quanto a acessibilidade, devido a quantidade de escadas, o metrô parisiense é rápido, confiável, barato e cobre toda a cidade.

 

 

Antes da capital francesa, somente Londres, Nova Iorque, Chicago e Budapeste já tinham metrô. A construção da 1ª linha parisiense – a linha 1, que cruza Paris de leste a oeste, na época da Porte de Vincennes à Porte Maillot – foi iniciada em 4 de outubro de 1898 e inaugurada no dia 19 de julho de 1900. O crescimento da rede de metrô parisiense foi rápido. Em 1910 já haviam 6 linhas (não exatamente iguais as que temos hoje) e, até 1935, 13 das 14 linhas atuais já haviam sido criadas. A 14, a última a ser construída, foi inaugurada em 1998.

 

 

Hoje em dia o metrô de Paris conta com 14 linhas principais mais 2 suplementares (3bis e 7bis. Mais 4 linhas (15, 16, 17 e 18) estão sendo construídas no extremo de Paris e deverão começar a funcionar em 2024.

 

 

A maior parte das estações de metrô de Paris tem o mesmo padrão de acabamento, revestidas com o mítico azulejo branco retangular. Algumas fogem desse padrão e incorporam na sua decoração temas e informações do seu entorno. Confira algumas estações:

 

 

Louvre – Rivoli, linha 1

 

 

A estação Louvre – Rivoli, na época chamada simplesmente de Louvre, foi a primeira a ter uma decoração diferenciada. Inaugurada em 1968, possui reproduções de esculturas expostas no museu do Louvre e o acabamento das paredes e piso faz referência aos materiais usados na construção do museu. 

Arts et Métiers, linha 3


Uma das estações mais peculiares de Paris. São 800 placas de cobre fixadas na parede que reproduzem o interior do submarino Nautilus, personagem do livro 20.000 léguas submarinas de Jules Vernes. Esta decoração, criada em 1994, celebra o bicentenário do Conservatoire National des Arts et Métiers. As engrenagens no teto, associadas às idas e vindas dos metrôs, lembram o funcionamento dos motores de combustão interna.


Saint-Germain-des-Prés, linha 4


Em 2000, para celebrar o centenário da abertura da primeira linha do metrô parisiense, a RATP (empresa que administra o metrô) redecorou várias estações, incluindo a estação Saint-Germain-des-Prés onde os nomes de grandes artistas e intelectuais parisienses, como algumas de suas citações, são projetados nas paredes e teto.


Concorde, linha 12


No começo dos anos 1990 a estação foi reformada e suas paredes revestidas com azulejos brancos quadrados, cada um contendo uma letra. O conjunto cita horizontalmente passagens da Declaração dos Direitos do Homem e dos Cidadãos de 1789, texto fundador da República Francesa.


Quais dessas estações de metrô na França você já conheceu? Escreva em francês aqui nos comentários!


Bisous!


Elisa

 

Porte D’entrée

Passo1:

Não enviaremos SPAM. Ao clicar em CONTINUAR, você aceita os termos de uso.