Você conhece a Cité Internationale Universitaire de Paris? Se ainda não conhece, não deve saber o quão charmosa ela pode ser. Normalmente as pessoas tendem a querer conhecer a Champs Élysées, visitar o Museu do Louvre, a Torre Eiffel e outros lugares magníficos em Paris.

 

Mas a verdade é que a Cité Internationale Universitaire, também conhecida como Cité U,  um lugar que merece uma visita. Pois você certamente irá se encantar com os charmes dessa fundação.

Cité Internaionale Universitaire

 

A Cité Internaionale Universitaire é uma fundação privada em Paris, situada na região Île-de-France. Ela é oficialmente reconhecida como uma fundação de utilidade pública na França.

 

Desde 1925, ela oferece diversos serviços públicos e gerais. Um muito conhecido é a manutenção de diversas Maisons (em português: residências) de estudantes e de pesquisadores e acadêmicos visitantes. 

Ar acadêmico e festivo

 

Situada numa grande área ao sul, cercada de árvores e áreas verdes, a Cité U tem aquele ar acadêmico e festivo que faz o charme dos campi universitários. A Cité U é destinada exclusivamente a hospedagem e recebe, por ano, cerca de 10 mil estudantes, cientistas e artistas do mundo todo. Muita gente, não é?!

Cité U: Restaurant Universitaire

 

Sinceramente, eu considero este tópico muito importante! Oferecendo uma grande variedades de restaurantes dentro do seu restaurante universitário, a Cité U oferece pratos clássicos, internacionais, fast foods, vegetarianos, café da manhã e lanchinhos da tarde!

 

Por conta da quarentena, o restaurante está aberto apenas para retirada de comida.

 

Maisons

 

São 40 maisons – a maioria dedicada a um país – e também teatro, cinema, restaurante, espaço para conferências e práticas esportivas, entre outras atividades. Um dos grandes destaques, sem dúvida, é a Maison du Brésil.

Maison du Brésil

 

O prédio de 5 andares inaugurado em 1959 é uma ode à moderna arquitetura e tem a assinatura de ninguém menos que Lúcio Costa e Le Corbusier. Um mix de concreto, pedra e muita cor, a Maison du Brésil é considerada uma das obras arquitetônicas mais marcantes do século XX e, desde 1985, faz parte dos monumentos históricos parisienses.

 

Além dos alojamentos para residentes, a Maison du Brésil dispõe de auditório, área de exposições, biblioteca, sala de informática e sala de reuniões. Um sonho, não é?

 

Uma grande moradia temporária

 

A Maison já foi residência temporária de grandes nomes como Joaquim Pedro de Andrade, Jaime Lerner, Zuenir Ventura, Sebastião Salgado e Zózimo Barroso do Amaral. E pessoas como Artur Moreira Lima e Antônio Abujamra permaneceram por lá durante um período, além de outras pessoas.

Restauração da Maison du Brésil

 

A Maison fechou para restauração e foi reinaugurada no ano 2000. Todas as etapas dessa restauração e um pouco da história do lugar podem ser vistos numa exposição permanente no hall de entrada, onde também estão obras de pintores e escultores brasileiros. Escolha um dia ensolarado e faça uma visita. Vale a pena!

Integração entre países

 

Com Maisons de diversos países, é claro que gostariam que a integração e interação entre os residentes fosse efetiva. Por isso, para promover a integração, uma porcentagem dos residentes de cada Maison tem que vir de outros países.

 

E pasme, são mais de 120 nacionalidades representadas! Imagine passar um tempo na Maison du Brésil e conhecer – além de nativos pessoas de outros países?

 

Como visitar?

 

Para visitar a Cité Internationale Universitaire de Paris, é mais fácil do que você imagina. Se você ir por trem (RER B), pode parar na estação Cité Universitaire. Agora, se você quiser ir por metrô, deve parar na estação Porte d’Orléans – Tramway T3. Outra opção são os ônibus: linhas 21, 88 e 67.

 

Endereço: Maison du Brésil: 7 L, boulevard Jourdan, 75014 Paris.

 

Para saber mais informações, você pode enviar um e-mail para a Maison du Brésil  (maisondubresil@maisondubresil.org) e tirar suas dúvidas!

Agora, se você tem interesse de visitar, mas não sabe como se programar, vou te dar a maior dica de todas: estude francês.

 

É possível visitar qualquer lugar da França sem saber francês, mas não quer dizer que será proveitoso. Aliás, você provavelmente terá uma experiência pouco agradável e se sentirá frustrado depois da viagem. 

 

Mas, mais do que aprender francês, você precisa ativar o francês.

 

Se gostou do texto, compartilhe com os amigos, colegas, vizinhos!

Quer ir além no aprendizado?

 

Me siga no Instagram e YouTube para ficar por dentro de vários conteúdos incríveis sobre a língua, cultura e literatura francesa!

 

À la prochaine,

 

Elisa.

Bisous!

Porte D’entrée

Passo1:

Não enviaremos SPAM. Ao clicar em CONTINUAR, você aceita os termos de uso.